Agende sua consulta

Busque o profissional de saúde mais perto de você

Cadastre-se

Portal do Médico

Faça login

Qual o risco x benefício das estatinas em idosos?

13/11/2019
08:38

As estatinas estão recomendadas como profilaxia secundária em todos os pacientes com cardiopatia por aterosclerose (infarto agudo do miocárdio – IAM/acidente vascular cerebral – AVC), bem como na profilaxia primária em indivíduos de moderado a alto risco.

Contudo, em idosos, questiona-se o risco x benefício desses medicamentos, pois a menor expectativa de vida poderia não dar tempo de ter todos os benefícios da droga.


Por esse motivo, há um ensaio clínico em andamento, o “Statin Therapy for Reducing Events in the Elderly (STAREE)”. Enquanto ele não fica pronto, pesquisadores israelenses fizeram uma coorte de pacientes e mostraram resultados interessantes.


Uso das estatinas em idosos

Foram incluídos pacientes com mais de 65 anos de idade, acompanhados ao longo de dez anos, e analisadas a mortalidade e o risco de eventos cardiovasculares. Mais de 19 mil pacientes foram incluídos, sendo que 27% fizeram uso de estatina.


Os resultados mostraram que os usuários regulares de estatina tiveram um risco 34% menor de morte e 20% de eventos cardiovasculares. Além disso, o benefício foi o mesmo naqueles com mais de 75 anos de idade.


Conclusões

Qual a mensagem prática? No paciente de maior risco, a estatina está cada vez mais consolidada como o principal tratamento da aterosclerose, e não é apenas a idade que deve contrapor seu uso. O médico deve avaliar a fragilidade e a expectativa de vida.


Idosos “inteiros” fazem jus à droga assim como os adultos jovens. A dúvida ficará no idoso com neoplasia ou demência avançada, como discutimos em textos anteriores.


Fonte: https://pebmed.com.br/qual-o-risco-x-beneficio-das-estatinas-em-idosos/

+ Notícias


06/12/2019 09:22

Parto prematuro: usar ou não progesterona?

  • 06/12/2019 09:14

    A fantástica recuperação da recém-nascida enterrada viva em uma vala

  • 06/12/2019 09:09

    Médicos espanhóis reanimam mulher após mais de seis horas de parada cardíaca

  • 06/12/2019 08:55

    Brasil tem 3 casos de danos no pulmão por cigarro eletrônico com substância da maconha, diz sociedade médica

  • 05/12/2019 10:06

    Drogas que agem sobre inflamação no cérebro podem reverter demência

  • 05/12/2019 10:00

    Por que pesquisadores recomendam começar a acompanhar o colesterol aos 25 anos

  • 05/12/2019 09:30

    Pesquisadora italiana recebe prêmio de instituto brasileiro por estudo sobre Esclerose Lateral Amiotrófica (ELA)


Carregando